COVID 19

Procedimentos e Informações sobre o Corona Virus (COVID 19)

 Proteja-se a si e aos outros contra o COVID. Na USF S. Julião estamos a trabalhar arduamente para estar consigo nesta Pandemia e dar o apoio que necessita.

Se tem mais de 60 anos, pedimos-lhe para ir apenas à USF se necessitar de cuidados e para privilegiar as consultas telefónicas nas outras situações, para sua proteção.

Tentaremos que as Consultas de Vigilância, nomeadamente dos utentes com Diabetes, Hipertensão, Insuficiência Cardíaca, Doenças Respiratórias ou Doença Neurológica sejam realizadas através de outros meios, nomeadamente por contacto telefónico (teleconsulta).

Caso tenha alguma destas doenças e ache que houve um agravamento deverá contactar telefonicamente os serviços de saúde, para averiguar da necessidade de avaliação presencial urgente.

Consultas Programadas

Caso não se trate de uma situação urgente, NÃO se deverá dirigir à USF,
especialmente se tem mais de 60 anos ou doenças crónicas.
Tentaremos que as Consultas de Vigilância sejam realizadas através de outros meios, nomeadamente por contacto telefónico (teleconsulta).

Se o seu médico achar que não deve vir, será contactado. Caso contrário, deverá manter a consulta.

O pedido de receitas deverá ser feito através do email da USF (usf.sjuliao@arslvt.min-saude.pt) ou deixado na secretaria. As receitas, por sua vez, serão enviadas por SMS, email ou levantadas em papel na secretaria da USF. Deverá preferir, sempre que possível, a via eletrónica.

Deve fazer o pedido através do email da USF (usf.sjuliao@arslvt.min-saude.pt) ou por contacto telefónico (214 400 160), devendo dirigir-se posteriormente à secretaria para fazer o levantamento do mesmo.

Procedimentos burocráticos

Neste caso não será necessário dirigir-se à USF S. Julião para pedir Certificado de Incapacidade Temporária (baixa) por assistência à família. Apenas terá de preencher o documento Modelo GF88-DGSS

Caso tenha outras dúvidas sobre assistência a familiares, baixas ou quarentena deve ligar para a Linha de apoio da Segurança Social: 300 502 502

A justificação de ausência ao trabalho deverá ser feita pela Saúde Pública. Quando for contactado pela Autoridade de Saúde deverá questionar qual o procedimento a seguir.

Deverá questionar essa possibilidade junto da Medicina do Trabalho.

Se tiver dúvidas deve contactar a USF S. Julião para ser esclarecido/a e, desta forma, libertar a linha do SNS24. 

Só deverá contactar a linha SNS24 caso tenha sintomas de COVID (tosse, febre, dificuldades respiratória, contacto com caso confirmado/ em estudo de COVID).

Caso a linha SNS24 não atenda poderá:

  • No atendimento automático da linha de apoio SNS24 selecionar a hipótese de ser contactado mais tarde no atendimento automático;
  • Escrever email com a sua dúvida endereçado a atendimento@sns24.gov.pt e aguardar o contacto telefónico por profissional desta linha. 

Se quer esclarecer dúvidas gerais sobre a COVID-19 não deve ligar para o SNS24, procure a resposta às suas dúvidas no site  https://covid19.min-saude.pt/ da  Direção Geral de Saúde, aqui encontrará informação atualizada e fidedigna. 

Se tem dúvidas relativamente a baixas, assistência a familiares ou quarentena, contacte a linha de apoio da Segurança Social 300 502 502

covid_19_usfsjuliao1

Dúvidas sobre o COVID 19

Através de gotículas libertadas pelo nariz ou boca quando tossimos ou espirramos. 

As gotículas depositam-se nos objetos que rodeiam a pessoa infetada. Por sua vez, outras pessoas ficam infetadas ao tocar nesses objetos e depois nos olhos, nariz ou boca com as mãos.

FEBRE | TOSSE | DIFICULDADE RESPIRATÓRIA 

Casos mais graves podem levar a pneumonia, falência de órgãos e morte.

  • Lavar as mãos frequentemente. Deve lavá-las sempre que se assoar, espirrar, tossir ou após contacto direto com pessoas doentes;
  • Etiqueta respiratória: tapar o nariz e boca quando espirrar ou tossir (com lenço de papel descartável ou o cotovelo, nunca com as mãos); 
  • Evitar TODOS os eventos sociais com em elevado número de pessoas
  • Evitar contato próximo com pessoas com infeção respiratória. 

Utilização de máscara para proteção individual, principalmente em: 

  • Pessoas com sintomas de infeção respiratória (tosse ou espirro); 
  • Suspeitos de infeção COVID-19;
  • Pessoas que prestem cuidados a suspeitos de infeção COVID-19.
  • Para já não há tratamento específico para eliminar o vírus;
  • O tratamento é dirigido aos sintomas;
  • Os antibióticos não tratam infecções virais.

Como me posso proteger do COVID

A OMS e a Direção-Geral da Saúde recomendam a todos que respeitem medidas de distanciamento social, de higiene das mãos e etiqueta respiratória:

  1. Lave as mãos frequentemente
  2. Tussa sempre para um lenço descartável ou cotovelo – depois lave as mãos
  3. Respeite o isolamento social 
  4. Respeite a quarentena 
  5. Cumpra as indicações da DGS e OMS

Estas medidas não devem ser encaradas com alarmismo mas sim com a prudência e a responsabilidade que a todos se exige neste momento.

COVID 19 1
COVID 19 2
COVID 19 3
COVID 19 4

Como fazer durante o Isolamento

RECOMENDAÇÕES PARA ISOLAMENTO EM CASA

Não se dirija ao trabalho, à escola ou a espaços públicos, nem utilize transportes públicos ou táxis, até que lhe seja dito que é seguro fazê-lo. Peça ajuda ou efetue pedidos por telefone se necessitar de mantimentos, compras ou medicamentos – a entrega deve ser deixada no exterior da casa, sem haver contacto com estafeta

Se estiver numa habitação privada, permaneça separado de outras pessoas em casa, numa sala ventilada, com janela para o exterior, com a porta fechada. Utilize uma casa de banho diferente dos restantes membros, assim como toalhas e outros utensílios de higiene. Tome banho no final das restantes pessoas.
Se estiver numa habitação partilhada, com espaços comuns, permaneça no seu quarto, com porta fechada, saindo apenas quando necessário e colocando uma máscara. Evite utilizar espaços comuns com outras pessoas presentes, incluindo refeições.

Evite deslocações desnecessárias ao seu médico assistente e ligue previamente para os serviços de saúde, averiguando alternativas. Na USF S. Julião ligue para 214400128 para saber mais. 

Utilize uma máscara quando estiver com outras pessoas e quando visitar um médico, caso lhe tenha sido recomendado. Caso não possa usar uma máscara, as pessoas com quem vive devem usar uma, quando estiverem na mesma divisão.

Lave as mãos ou ajude a pessoa de quem está a cuidar a lavar as mãos. Isto deve ser feito frequentemente e com água e sabão durante, pelo menos, 20 segundos, secando bem as mãos. Evite tocar nos olhos, nariz e boca.

Tape a boca e o nariz com um lenço descartável quando tossir ou espirrar. Deite no lixo os lenços de
papel e lave imediatamente as mãos com água e sabão durante pelo menos 20 segundos, secando bem.
Cuidadores ou conviventes de pessoas com COVID-19 (ou aguardando resultado de teste) devem utilizar
lenços descartáveis ​para limpar o muco expelido pelo espirro ou tosse.

Não partilhe pratos, copos, chávenas, utensílios de cozinha, toalhas, lençóis ou outros itens com pessoas que vivam na sua casa, quando os mesmos forem utilizados por si ou por uma pessoa com COVID-19 (ou aguardando resultado de teste). Após a utilização desses itens, lave-os com água e sabão ou na máquina de lavar loiça.

Se estiver a aguardar resultado de análise para COVID-19, após utilização de roupa, lençóis e toalhas, estes devem ser colocadas num saco de plástico devidamente identificado, até
saber o resultado de teste.

Registe a sua temperatura corporal duas vezes por dia. Procure atendimento médico imediato se a doença estiver a piorar (exemplo: sentir dificuldade em respirar). Informe a Autoridade de Saúde Local ou profissional de saúde de quem lhe tenha sido fornecido o contacto. Se for uma emergência e precisar de chamar uma ambulância, informe o operador da chamada da sua situação.

Apenas deve frequentar a sua casa quem viver na mesma. Não convide nem permita que outras
pessoas entrem em sua casa durante o período de isolamento. Caso seja urgente falar com alguém
que não viva consigo, faça-o por telefone.

Todos os resíduos que estiveram em contacto com a pessoa (lenços ​e máscaras usados) devem ser colocados num saco de plástico devidamente amarrado. Coloque este saco dentro de um segundo saco, também amarrado. Se aguarda resultado de teste, não descarte nem acumule resíduos até saber o resultado. Nessa altura será instruído/a sobre o que fazer com os resíduos.

Como lidar com o stress

Durante uma crise é normal que possa sentir-se triste, ansioso, confuso, assustado ou zangado. Falar com pessoas em quem confia pode ajudar. Contacte por telefone, email ou video-chamada os seus amigos e familiares.

Se tiver que ficar em casa, mantenha um estilo de vida saudável – uma dieta adequada, períodos de sono e descanso e exercício físico.

Não fume, não consuma álcool e não consuma drogas na tentativa de lidar com as suas emoções.

Se se sentir muito angustiado ou perturbado, fale com um profissional de saúde, ligue para o seu médico ou enfermeiro de família da USF S. Julião e siga as recomendações dadas.

COVID 19 5

Limite as suas preocupações e inquietações, e as da sua família, diminuindo o tempo durante o qual está a ver ou a ouvir notícias que considere perturbadoras. ​

Recorra a capacidades e competências que já o/a ajudaram no passado a lidar com situações adversas. Use-as para lidar com as suas emoções nos momentos mais desafiantes deste surto

Tenha uma visão crítica relativamente às informações que encontra e que não são disponibilizadas por instituições oficiais. Procure consultar fontes de informação fiável em que possa confiar, opte por informação divulgada por instituições oficiais, tais como os que se encontram de seguida.

Adaptação da Tradução: Ordem dos Psicólogos Portugueses, de World Health Organization,

Close Menu